Publicidade
Cultura e Entretenimento

ANDRESSA URACH FALA SOBRE PROSTITUIÇÃO

Nessa quarta-feira (1/3), Andressa Urach falou sobre prostituição durante um bate papo com  Luciana Gimenez, na Rede TV. Andressa voltou ao mundo da prostituição após deixar a Igreja.

“Eu estava em uma boate, quando uma pessoa em comum me levou até ele. Eu estava muito magoada. Uma amiga nos apresentou e ele pagou para ficar comigo.”

Urach rebateu as críticas que ele fez à ela, sobre o assunto prostituição: “Quem é ele para falar alguma coisa, se ele me conheceu me pagando?”.

REVELAÇÕES:

Urach também revelou à Gimenez no dia em que foi internada com surto psicótico, o ex pode ter armado algo para ela.

“Falar de tudo isso pra mim é muito difícil, machuca muito. Não lembro muito o que aconteceu, mas sei que só falava de coisas espirituais. Ele me gravou tendo surto, falando… Eu assistindo dá até pra acreditar que ele colocou alguma coisa pra mim [SIC] beber porque era muita besteira que eu falava.. Não me recordo, mas ele tem essas gravações. Eu acho que ele fez tudo de caso pensado. Por que ele foi raciocinar de gravar? É porque tem a intenção.. Se ele estava preocupado deveria achar uma solução, não gravar a pessoa. Ele fez tudo isso pra ter a guarda do Leon. Dá pra ver no processo que meio que foi tudo armado. Estávamos morando juntos, mesmo nos separando, mas ele surtou e agiu pra ficar com a guarda dele.”

A modelo também afirma que não tentou matar o filho caçula.

“Em nenhum momento peguei uma faca e tentei matar alguém. O que ele falou foi mentira. É tudo espiritual, não é nada físico. Em nenhum momento peguei uma faca e falei que ia matar. De verdade, quem conhece Jesus entrega a sua vida a ele, entrega a vida dos filhos a Jesus, mas é o sentido figurado, não o sentido de matar. Eu não mataria meu filho, mas o que eu disse: ‘Meu filho é teu, toma e cuida’. Ele [o ex-marido] já queria a guarda do Leon, foi arquitetado, maquiavélico. Tudo o que escreveu até agor. Tem quase 30 dias que não vejo meu filho. Fiz uma medida protetiva contra ele porque ele colocou minhas coisas na rua. Me sinto ameaçada por ele. Fui na delegacia e dei parte. Toda mulher que se sente ameaçada. Não é só uma agressão física, é verbal. Acho que me senti em risco e acredito que Leon também ficaria em risco neste momento ficando com ele por isso pedi a guarda pra mim, eu quero cuidar, criar, mas ele fez tudo armado. Ele usou meu passado, meu livro, no qual relato que tive envolvimento com drogas, prostituição… Ele é muito inteligente porque é advogado. Ele é amigo de todos os juízes da cidade, a cidade tem 20 mil habitantes, ele trabalha para o juiz, assim é muito fácil conseguir a guarda”, contou Urach em uma entrevista à Luciana Gimenez.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Botão Voltar ao topo