Auxílio Emergencial será prorrogado? Aliados de Bolsonaro não descartam

Compartilhe seu amor

O Auxílio Emergencial, criado ano passado para fazer frente à pandemia, terá os últimos saques marcados para esta semana. No entanto, integrantes do governo federal já defendem a manutenção do benefício.

De acordo com o g1, um dos motivos para auxiliares e aliados do presidente Jair Bolsonaro quererem a volta do Auxílio é que a PEC dos Precatórios, que vai garantir o pagamento do Auxílio Brasil, só deve sair na segunda metade de dezembro.

O Auxílio Brasil vai substituir o Bolsa Família e prevê o pagamento de R$ 400 para os beneficiários. Com a tramitação ainda no Senado da PEC, o novo benefício só deve ser pago no próximo ano.

Além disso, aliados consideram que o novo programa deixa de fora 22 milhões de pessoas, o que isso deve ter um impacto negativo na imagem do presidente que vai buscar a reeleição ano que vem.

Diante de todos esses fatores, não está descartada a volta do Auxílio Emergencial.

Compartilhe seu amor
Imagem padrão
Halysoh Macêdo
Administrador e criador do portal de notícias, PODER AO POVO. Contra as fakes news.

Deixar uma resposta

8 − 2 =