PUBLICIDADE
Categorias: ECONOMIA

Os melhores setores para empreender em 2022

Publicado por
Compartilhado

Alguns setores devem representar boas opções de negócio em 2022, com o avanço da vacinação contra o novo coronavírus. Eles podem ser alternativas para quem quer lançar uma empresa pequena ou criar um empreendimento escalável, como uma startup.

Agronegócio

Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio em 2022 deve crescer entre 3% e 5% no Brasil. A demanda será por soluções que utilizam tecnologia para otimizar o campo. Nos últimos anos, startups do segmento foram criadas para reduzir o uso de agrotóxicos, auxiliar no rastreamento da cadeia e trazer ganhos de produtividade.

Saúde

Em evidência desde o início da pandemia, o setor de saúde tem usado muito a telemedicina. Muitos médicos, entretanto, ainda buscam soluções para adotar essa plataforma. Ou seja, há oportunidades na locação de espaços, equipamentos e plataformas digitais. As startups da área receberam US$ 14,2 bilhões em investimentos globalmente em 2020. Entre as opções estão os nichos (como saúde da mulher e saúde do idoso) e os planos de saúde e as clínicas para públicos específicos.- ANÚNCIO –

Pets

A adoção de animais domésticos cresceu na pandemia. Os especialistas afirmam que isso abriu espaço para pequenas empresas de higiene e embelezamento, alojamento e treinamento de pets.

Serviços

O setor de serviços tem oportunidades para quem não pode gastar muito. É uma opção para empreendedores trabalharem diretamente da própria casa. Alguns dos nichos com potencial são: consultoria de marketing digital, produção de conteúdo, aulas particulares e serviços de beleza e bem-estar.

Alimentos

Apesar da inflação em alta, que deve afetar os custos, essa área pode se beneficiar dos novos hábitos de consumo, que dão espaço às entregas de refeições. Alguns nichos em alta são os de proteínas alternativas, produzidas principalmente a partir de plantas, e alimentação saudável.

E-commerce

As compras online devem continuar em alta em 2022. Para atuar no setor, vale investir em bens essenciais, como de saúde e alimentos, ou produtos com alta recorrência com a opção de assinaturas. Há boas oportunidades, ainda, na criação de serviços que auxiliem os varejistas a vender online.

Franquias

As franquias continuam sendo uma boa opção. Turismo e hotelaria foi o segmento que teve a maior alta até o terceiro trimestre de 2021, já que o avanço da vacinação levou à retomada de viagens. Outras áreas com boas perspectivas são casa e construção, saúde, beleza e bem-estar, alimentação e moda. Conversar com outros franqueados da marca em que está interessado é fundamental para decidir investir ou não. Além disso, vale evitar utilizar todo o capital na compra da franquia, já que ela vai exigir investimento ao longo dos meses.

PUBLICIDADE
Deixe um comentário
Publicado por
Tags: Economia

Postagens recentes

CAMPANHA PARA LULA: FAMOSOS GRITAM “É 13” NO CALDEIRÃO

No programa Caldeirão, transmitido pela Globo, deu o que falar na exibição do ultimo sábado…

14 horas atrás

ASSUMIDÍSSIMOS: NEYMAR POSTA FOTO AO LADO DE BRUNA BIANCARDI

Ao que tudo parece, Neymar assumiu de vez a Bruna, que não é Marquezine, e…

14 horas atrás

Lula e Bolsonaro no BBB22: Boninho libera debates políticos

Segundo o diretor do Big Brother Brasil, o Boninho, não existe censura dentro do reality…

15 horas atrás

A resposta de Lula à desconfiança do mercado

Semanas atrás, numa conversa com um ex-ministro petista sobre os temores da Faria Lima se…

16 horas atrás

Alinne Moraes declara voto em Lula: ‘A gente precisa tombar o Bolsonaro’

Alinne Moraes abriu o coração e falou abertamente sobre seu voto em Lula, e sua…

17 horas atrás

Bolsonaro está com medo de ser humilhado por Lula e fará o impensável

Bolsonaro sabe que será duramente humilhado pelo ex-presidente Lula nas próximas eleições. Pela primeira vez…

17 horas atrás
PUBLICIDADE