PUBLICIDADE
FINANÇAS

Recebia o Auxílio Emergencial, vou receber o Auxílio Brasil? Entenda

Publicado por
Compartilhado

O governo federal começa a pagar nesta quarta-feira (17) o Auxílio Brasil, que substitui o agora extinto Bolsa Família. Também foi extinto, em outubro, o Auxílio Emergencial – e, com isso mais de 22 milhões de brasileiros devem ficar sem ajuda nenhuma a partir deste mês.

Isso porque grande parte dos beneficiários do Auxílio Emergencial não serão contemplados pelo Auxílio Brasil.

Quem recebeu o Auxílio Emergencial não será, portanto, contemplado imediatamente com o Auxílio Brasil.

E quem vai receber o Auxílio Brasil?

Este mês, o Auxílio Brasil será pago às cerca de 14,6 milhões de pessoas que faziam parte do Bolsa Família. Até dezembro, o governo promete incluir mais 2,4 milhões de beneficiários à lista – fazem parte dessa lista pessoas já cadastradas no Cadastro Único e que estavam na fila de espera do Bolsa Família.

Caso o cadastro esteja atualizado há menos de 2 anos e não tenha ocorrido mudanças de endereço, renda ou de outras informações da família, não é necessário realizar uma nova atualização.

Para quem ainda não está no Cadastro Único, o caminho para receber o benefício é procurar o Cras da sua cidade e fazer o cadastramento. O governo deve selecionar novos beneficiários todos os meses. É importante lembrar, no entanto, que não há prazo para que o benefício seja concedido, nem garantia de que isso aconteça.

EM RESUMO:

  • Se já tinha o Bolsa Família: Auxílio Brasil será pago automaticamente
  • Se está no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família: vai para a lista de reserva, e pode receber o Auxílio Emergencial no futuro, caso se enquadre nas regras do programa
  • Se não está no CadÚnico: é preciso buscar um Cras para registro, sem garantia de receber

Números dos programas

Segundo o Ministério da Cidadania, em outubro 34,4 milhões de famílias foram atendidas pelo Auxílio Emergencial. Desse público, 25 milhões não fazem parte do público do Bolsa Família (são trabalhadores que se inscreveram por meios digitais ou que integram o Cadastro Único).

Já o Bolsa Família chega a 14,6 milhões de famílias ao todo. Com o Auxílio Brasil, o governo atender todo esse grupo, além de acrescentar 2,4 milhões até dezembro, totalizando 17 milhões de famílias beneficiadas.

Ainda que esses 2,4 milhões alcancem exclusivamente trabalhadores do público do Cadastro Único e dos meios digitais que receberam o Auxílio Emergencial, mais de 22 milhões de famílias devem deixar de receber ajuda mensal do governo a partir de novembro.

Informações do G1.

PUBLICIDADE
Halysoh Macêdo

Administrador e criador do portal de notícias, PODER AO POVO. Contra as fakes news.

Deixe um comentário

Postagens recentes

“Aristides” quebra a internet nesta segunda-feira; entenda o termo “noivinha do Aristides”

Uma mulher de 40 anos foi presa no fim de semana após xingar de “noivinha…

2 horas atrás

Alckmin diz que hipótese de ser vice de Lula ‘caminha’, após ouvir apelo de centrais sindicais

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), cotado para participar da chapa eleitoral com…

5 horas atrás

URGENTE: NEYMAR JUNIOR SOFRE LESÃO E DEVE FICAR AFASTADO POR ATÉ OITO SEMANAS

O craque Neymar Junior, sofreu uma lesão no tornozelo enquanto jogava pelo seu time PSG,…

7 horas atrás

MÃE DE MARÍLIA MENDONÇA SE DIVERTE COM O NETO

Ruth Moreira, mãe de Marília Mendonça, postou recentemente em seu instagran, um momento fofo ao…

8 horas atrás

SIMONE EXIBE NOVO CORPO APÓS CIRURGIAS

Simone, da dupla com Simaria, exibiu o novo corpo após cirurgias plásticas, a cantora que…

8 horas atrás

Bolsonaro despenca ao nível mais baixo desde do início do mandato,19% de aprovação

Pesquisa divulgada nesta segunda-feira (29) mostra que a aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro despencou e…

11 horas atrás