Publicidade
NOTÍCIAS

Por que a Rússia invadiu a Ucrânia?

Saiba Por que a Rússia invadiu a Ucrânia. Durante muitos séculos, Rússia e Ucrânia tiveram uma história marcada por conflitos. A Ucrânia passou por diversas invasões e pertenceu a diversos impérios, sendo anexada em diferentes momentos pelos russos e pelos soviéticos. Embora tenha conseguido sua independência, a Ucrânia nunca conseguiu resolver completamente suas diferenças com a Rússia.

Por que a Rússia invadiu a Ucrânia?

O conflito entre Rússia e Ucrânia é um dos mais importantes na política internacional nos últimos anos. O início do conflito pode ser rastreado até o ano de 2014, quando a Rússia anexou a Crimeia, uma península localizada no sul da Ucrânia, que até então fazia parte do território ucraniano.

A anexação da Crimeia pela Rússia foi realizada em meio a uma série de protestos na Ucrânia, que levaram à queda do então presidente ucraniano, Viktor Yanukovych, em fevereiro de 2014. Yanukovych, que havia assumido o poder em 2010, era visto como um aliado da Rússia e havia recusado a assinatura de um acordo de associação com a União Europeia.

A anexação da Crimeia foi amplamente condenada pela comunidade internacional como uma violação do direito internacional, e a Ucrânia foi apoiada por muitos países ocidentais. A Rússia, por sua vez, argumentou que a anexação foi uma resposta à ameaça que a população de língua russa da Crimeia enfrentava após a mudança de governo na Ucrânia.

Desde a anexação da Crimeia, as tensões entre a Rússia e a Ucrânia têm aumentado, e a região leste da Ucrânia se tornou o centro de um conflito em curso. Em Donetsk e Luhansk, duas áreas na região leste da Ucrânia, separatistas pró-russos declararam a independência, o que não foi reconhecido pela Ucrânia ou pela maioria da comunidade internacional.

Os conflitos na região leste da Ucrânia se intensificaram, com a Ucrânia acusando a Rússia de fornecer armas e suprimentos militares para os separatistas, o que a Rússia nega. Em 2015, a Ucrânia e os separatistas pró-russos concordaram com um cessar-fogo, mas as violações do acordo têm sido frequentes, e a região continua instável.

A comunidade internacional, incluindo a União Europeia e os Estados Unidos, impuseram sanções à Rússia em resposta à anexação da Crimeia e ao seu papel no conflito na Ucrânia. Enquanto isso, a Ucrânia busca manter sua integridade territorial e buscar o apoio da comunidade internacional, enquanto a Rússia busca proteger seus interesses e influência na região.

Em resumo, o conflito entre Rússia e Ucrânia é complexo e multifacetado, com raízes históricas e políticas que remontam a décadas. A anexação da Crimeia pela Rússia em 2014 e o conflito em curso na região leste da Ucrânia são os principais focos de tensão, e a situação continua a ser uma das principais preocupações da política internacional.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Botão Voltar ao topo