Publicidade
Cultura e Entretenimento

Acidente Fatal de Marília Mendonça: Pilotos Responsabilizados pela Tragédia

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu que os pilotos foram responsáveis pelo acidente aéreo que resultou na morte da cantora Marília Mendonça, de sua equipe e dos próprios pilotos. Em uma coletiva de imprensa realizada na manhã de quarta-feira (4/10), a corporação afirmou que os pilotos Geraldo Martins de Medeiros e Tarcísio Pessoa Viana foram considerados responsáveis pela prática de três homicídios culposos, mas o caso foi arquivado devido à morte deles.

Marília Mendonça

Os delegados que conduziram a coletiva, Gilmar Alves Ferreira, Ivan Lopes Sales e Sávio Assis Machado Moraes, junto com o inspetor Whesley Adriano Lopes Data, explicaram que houve negligência e imprudência por parte da tripulação, que não seguiu as instruções operacionais da aeronave.

O delegado regional de Caratinga, Ivan Lopes Sales, destacou que os pilotos não cumpriram as velocidades estipuladas no manual de treinamento da aeronave durante a perna do vento, ultrapassando-as e desrespeitando o manual, o que resultou na saída da zona de proteção do aeródromo. Ele enfatizou que os pilotos eram responsáveis por observar essas diretrizes, e sua negligência e imprudência levaram ao acidente.

Ivan Sales também mencionou que duas investigações diferentes foram conduzidas, uma pela Polícia Civil e outra pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Enquanto a polícia analisa a materialidade do crime, o Cenipa investiga as causas técnicas do acidente. No entanto, ambas as investigações chegaram à conclusão de que os pilotos foram negligentes.

Segundo o delegado, o avião se chocou com uma torre, e embora não houvesse sinalização obrigatória no local, documentos disponíveis permitiriam aos pilotos identificar as torres e linhas de transmissão. Além disso, a aeronave estava equipada com um sistema de alerta sonoro para obstáculos próximos, que os pilotos poderiam ter desligado, mas sua falta de atenção levou à tragédia. Vale ressaltar que o piloto não tinha experiência de pouso naquele aeroporto anteriormente.

A investigação concluiu que a negligência e imprudência dos pilotos foram os fatores determinantes do acidente, resultando na morte de Marília Mendonça, sua equipe e dos próprios pilotos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Botão Voltar ao topo