Publicidade
Entretenimento

ALFONSO HERRERA DO RBD, EXPLICA AUSÊNCIA EM TURNÊ

Alfonso Herrera, o Miguel de Rebelde, explicou sua ausência na turnê do RBD e aproveitou a ocasião para comentar sobre outras explorações que sofreu ao lado dos colegas Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce Maria e Maite Perroni.

Questionado sobre a decisão de não participar da turnê de retorno do grupo, que celebra 20 anos em uma série de shows em diversos países, Poncho (como também é conhecido), reforçou que está feliz com os projetos atuais e que sua energia está direcionada a eles. “Sei que [a turnê “Soy Rebelde”] será um sucesso enorme e não desejo a outra coisa além de coisas boas a todos eles”, disse.

“Foi difícil porque assinamos um contrato cedendo os direitos do personagem da novela, da imagem deles e de tudo que foi explorado em termos de merchandising. Não vimos um único centavo”, revelou ao jornal sobre a Televisa.

“Eu tinha 23 ou 24 anos e via a cara dos meus colegas em todos os lugares vendendo biscoitos, chicletes, sucos, cadernos, tênis, lápis e nada… A emissora de televisão dona desse projeto [Televisa] não foi justa e não é questão de dinheiro, tem a ver com a questão de trabalho. Fizemos um show no Coliseo de Los Angeles com 63 mil pessoas, por exemplo, e eles me pagaram 18 mil pesos por isso”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Botão Voltar ao topo