Publicidade
POLÍTICA

Bolsonaro não vai em manifestação por apoiador morto na Papuda

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não compareceu a uma manifestação organizada por políticos de direita e líderes evangélicos em Brasília, em homenagem a Cleriston Pereira da Cunha, que morreu na Papuda após aguardar 80 dias pela avaliação do pedido de soltura da defesa pelo ministro Alexandre de Moraes, após manifestação favorável da Procuradoria Geral da República .

A morte de Cunha foi usada pelo bolsonarismo para tentar voltar às ruas pela primeira vez desde os atos golpistas de 8 de janeiro . Bolsonaro e outros políticos de direita tentam se organizar e convocar a população para atos de protesto .

A direita, que se firmou com grandes manifestações nas ruas, perdeu a legitimidade por causa dos atos golpistas. Desde então, não conseguiu mais se organizar .

O presidente condenou as manifestações que impedem o direito de ir e vir da população . Ele ponderou que seus apoiadores não podem cercear os direitos da população .

Bolsonaro defendeu André Mendonça e citou Moraes após a morte de Cunha . Deputados bolsonaristas culpam o general Gustavo Henrique Dutra pela morte de Cunha .

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Botão Voltar ao topo