Publicidade
NOTÍCIAS

ANA HICKMAN DESABAFA APÓS SER VÍTIMA DE AGRESSÃO

Ana Hickman que foi vítima de agressão pelo seu ex esposo Alexandre Correra, desabafou pela primeira vez após a polêmica.

A entrevista foi exibida neste domingo, 26 de novembro, pelo “Domingo Espetacular”, da Record TV, na qual ela dá detalhes do momento drástico em que ela viveu.

“Já tive na minha vida episódios muito difíceis e parece que isso não vai acabar tão cedo. Naquele dia 11 eu estava tendo uma conversa com meu filho sobre algumas mudanças que poderiam acontecer nas nossas vidas. A briga começou e infelizmente acabou do jeito que o Brasil descobriu”

“Ele começou a reclamar que eu não tinha direito de falar daquele jeito com nosso filho, que a gente não ia perder nada. A briga começou a ficar mais acalorada e o Alezinho se levantou da mesa e começou a gritar ‘parem de brigar.

Artigos relacionados

Eu olhei pra ele e disse ‘para de mentir pro nosso filho, para de mentir pra mim’. Dias antes eu achei coisas no escritório e ele não esperava que eu iria chegar mais cedo”.

O Alezinho começou a gritar, pedindo pra parar. Então ele correu para a piscina. Ele foi atrás dele e começou a falar ‘sua mãe está mentindo, ela é louca’. E eu falava ‘para com isso, você está criando mais uma vez uma mentira’, e aí o negócio começou a esquentar. Eu pedi pra uma pessoa que trabalha em casa pessoa levá-lo para a parte de trás da casa”.

PÂNICO E PAVOR

“O Alexandre começou a gritar e veio pra cima de mim com o corpo e eu falei assim: ‘Você vai me bater?’. Aí ele jogou o corpo e veio pra cima. Não me acertou porque eu me esquivei”.

Eu disse: ‘Se você vier pra cima de mim eu vou chamar a polícia. Ele tentou me abraçar pra não deixar eu chamar a polícia. Aí eu comecei a gritar, gritei muito: ‘socorro, chama a polícia 190’.

Consegui me desvencilhar dele e fui pra cozinha. Ele tentando segurar a porta aberta e eu queria fechar. Aí ele fecha a porta com toda a força aqui no meu braço, no cotovelo. Os cachorros viram e começaram a latir, vieram pra cima dele e eu gritei ‘pega!’. E ele [o cachorro] atacou.

Eu comecei a gritar mesmo, porque ele não me soltava, fiquei com medo dele. Nessa fração de 15 segundos, eu me sentei, botei o telefone em cima da mesa e ele tentou pular a janela. Foram três toques e a polícia me atendeu do outro lado. Ainda bem que eles me atenderam, se não eu não sei o que iria acontecer”.

RELACIONAMENTO TÓXICO

“[A relação] era tóxica há bastante tempo. Tentei me desvencilhar algumas vezes, mas as pessoas ao meu redor tentavam te convencer que eu estava errada. O Alexandre sempre teve um temperamento muito difícil. Explosivo. Até então nunca foi nada físico, mas explosivo, de falar. Acabei me acostumando a ouvir muitas coisas. Eu tentei me desvencilhar dessa relação, mas pessoas que estavam do meu lado tentavam dizer que eu estava errada. Eu me acostumei com o jeito dele e depois eu vi que não existia mais amor ali, era um grande negócio”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Botão Voltar ao topo