PUBLICIDADE

Chance de renegociar dívidas do Banco do Brasil e Caixa

Publicado por
Compartilhado
PUBLICIDADE
  • Consumidores tem até o dia 30 de dezembro para conseguirem descontos especiais
  • Renegociação pode ser feita presencialmente, ou através de meios digitais
  • Com início em 6 de dezembro, mais de 42 mil negociações já foram feitas

Desde o Feirão Limpa Nome da Serasa, os grandes bancos brasileiros vem oferecendo oportunidades e grandes descontos para seus clientes renegociarem suas dívidas.

Agora o prazo acabou de ser estendido mais uma vez para os clientes do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. Clientes de ambos bancos terão até o dia 30 deste mês para entrar em contato e liquidarem suas dívidas.

O mutirão teve início no dia 6 de dezembro. Desde então 42 mil operações foram feitas, movimentando cerca de R$ 634 milhões em negociações em todo país.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil está oferecendo descontos de até 95% para o pagamento à vista de dívidas já vencidas. Também oferece prazos de até 100 meses e descontos nas taxas de juros.

O Banco está aberto a todos que tenham dívidas não pagas para juntos buscarem uma solução adequada à capacidade de pagamento.

Para participar é possível ir presencialmente às agências do Banco, acessar o site, aplicativo, falar com o WhatsApp no número (61 4004-0001), ou pela Central de Atendimento (4004-001 / 0800 729 0001).

Caixa Econômica Federal

A Caixa, por sua vez, está oferecendo descontos de até 90% nos valores das dívidas, com as condições variando conforme o perfil do cliente.

A campanha, chamada de “Você no Azul”, também oferece condições especiais para a negociação de créditos habitacionais.

A renegociação pode ser feita através das agências do banco, das lotéricas, do site Negociar Dívidas , ou então pelos telefones 4004-0104 para a capital e 0800-104-0104 para as outras regiões.

O número 0800 também dá acesso ao WhatsApp da iniciativa. Para créditos habitacionais é necessário utilizar o aplicativo Habitação Caixa.

PUBLICIDADE
Deixe um comentário
PUBLICIDADE