Publicidade
NOTÍCIAS

DESAPARECIMENTO DO SUBMARINO: SAIBA DETALHES!

O desaparecimento do submarino “Titan”, tem movimentado a internet, isso porquê até o momento não se tem notícias do paradeiro. A embarcação sumiu no Oceano Atlântico na manhã do último domingo, 18 de junho.

desaparecimento do submarino

De acordo com informações, o submarino estava com a missão de excursão aos destroços do famoso Titanic, com o seguinte roteiro: uma grande embarcação saia de Newfoundland, no Canadá, levando o Titan por 643 km, até o ponto de submergir na região onde se encontram os destroços do Titanic.

DESAPARECIMENTO DO SUBMARINO

A expedição do Titan, iniciada em 18 de junho, representou a primeira tentativa de alcançar os destroços realizada em 2023. Após 1 hora e 45 minutos de descida – usualmente leva duas horas para atingir o fundo do mar – o contato foi perdido.

A OceanGate, empresa responsável pela expedição, declarou em comunicado: “Todo nosso foco está nos tripulantes do submarino e suas famílias. Os esforços de busca são comandados pela Guarda Costeira americana, com apoio da Guarda Costeira canadense.

O resgate se mostra desafiador, considerando a remota localização do incidente. Sonares subaquáticos estão sendo utilizados, além de varreduras aéreas e marítimas na superfície. Segundo cálculos da Guarda Costeira, há esperança de que a tripulação tenha cerca de 70 horas de ar, mesmo no fundo do mar.

Um esforço conjunto de resgate envolve várias agências governamentais e empresas de exploração de águas profundas. Uma operação gigante está em andamento para restabelecer a comunicação com o submarino e garantir o retorno seguro da tripulação.

DESAPARECIMENTO DO SUBMARINO: OXIGÊNIO

Sob a pressão do tempo, o submarino conta com reservas de oxigênio para um período máximo de 96 horas para uma tripulação de cinco pessoas. O contra-almirante Mauger estimou que, no final da tarde desta terça-feira, restam apenas 40 horas de oxigênio.

As buscas aéreas, ainda sem resultados na segunda-feira, foram suspensas durante a noite, de acordo com o informe da Guarda Costeira. No entanto, o navio “Polar Prince”, que deu início à expedição do submarino, e uma unidade da Guarda Nacional mantiveram as buscas na região durante a noite.

A Guarda Costeira mobilizou dois aviões, um C-130 americano e um P8 canadense, ambos equipados com sonar capaz de detectar submarinos, para auxiliar nas buscas.

A OceanGate Expeditions, em comunicado, assegurou que está explorando todas as opções para realizar um resgate seguro da tripulação. A empresa opera o submarino “Titan”, destinado a expedições de até 4.000 metros de profundidade, conforme informado em seu site.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Botão Voltar ao topo